Viajantes afortunados,

Esse post merece um brinde de tanto tempo que demorou para sair. A sua sorte é que o Chile continua lindo e sua viagem vai ser incrível, ainda mais com essas dicas incríveis para que você possa curtir bem esse país incrível. Fomos para lá no fim de outubro de 2017, o que nos fez pegar um clima super agradável! Não choveu, fazia sol, com aquele ventinho frio sabe? Bemmm gostoso essa época. Iniciamos nossa viagem em Santiago onde passamos 4 dias

O Vôo…

Nosso vôo partia de Guarulhos pela Gol. O avião da Gol por sinal era um dos mais modernos que eu já vi! com direito a muito espaço, grandes poltronas de couro, tomadas e  entradas USB, tv boa e janela com um vidro que ficava escurecendo e clareando (de acordo com seu gosto). Parabéns Gol! Assim que seus cliente amam ser tratados.

A Chegada…

O Chile é um país que te encanta já do avião. A vista da Cordilheira maravilhosa e toda branquinha lá embaixo não têm preço. Quando você chega em Santiago você vê essa cordilheira toda branquinha no horizonte de toda a cidade. Chegamos bem cedo e pegamos um Taxi para ir ao hotel. Taxis no Chile são absurdos de caros e muitas, mas muitas vezes elas vão tentar te passar a perna cobrando valores abusivos. Sempre negocie antes de entrar no carro! Além disso na internet falam que o Uber não é permitido (e não é mesmo) mas baixamos o app e utilizamos algumas vezes. (ás vezes demorava bastante mas sempre saia bem mais em conta que Taxi). Chegamos na nossa hospedagem que foi um apartamento bem legal do Airbnb! (Para ver o apartamento no site do Air bnb é só clicar aqui.)

A moeda

O dinheiro lá é Peso Chileno, já no aeroporto os Taxis não aceitam cartão de crédito nem dólar, porém vale muito mais a pena levar dólar em mãos, e cambiar o dinheiro lá. No aeroporto tem casas de câmbio (você compra só um pouco para sobreviver até em casa e depois você procura uma casa de câmbios confiável. Trocamos na Afex do bairro Los Condes. Foi o mais em conta que encontramos.

Dica de onde ficar

Ficamos em Providencia, um bairro classe média alta, bem arborizado que dá uma caminhada gostosa para alguns pontos turísticos outra lugares bons para ficar também é o Bairro Bella Vista (bairro onde fica La Chascona – Casa de Pablo Neruda), o local é muito agitado e cheio de restaurantes legais, porém extremamente turísticos com preços bem salgados. Ao longo da Avenida Providencia – Do Sky Costantera (shopping e mirador) até o bairro de Bellas Artes, mas com toda certeza minha próxima escolha vai ser Lastarria. Que bairro gostoso, cheio de restaurantes ruas de paralelepípedo arquitetura legal. Minha escolha para a próxima ida ao Chile.

Lastarria

Dica de roteiros

Vou te dar umas dicas boas de como conecta os passeios mais próximos. Não sou do tipo de pessoa que acorda super cedo em viagem… já fiz muito isso e faço sim quando necessário para fazer um passeio (e amo acordar cedo, quando necessário) mas gosto de curtir uma viagem como deve ser curtida… observada, sentida, com direito a trilha sonora mental e tudo. Então costumava fazer roteiros super fechados e hoje continuo fazendo mas não me obrigo a fazer tudo. De nada adianta passar em 5 bairros no mesmo dia e no final não conhecer nenhum. Para conseguirmos aproveitar o máximo de uma cidade é importantíssimo conectar passeios que estão próximos um do outro para não darmos mil voltas na cidade. Cometemos uns erros… por isso vou te falar o que vocês devem fazer e não o que eu fiz.

1 – Passeio um

Tanto faz começar pelo 1 ou 4 mas mantenha a lógica 1234 ou 4321 ok?

1.Sky Costanera – 2.Cerro San Cristóbal – 3.La Chascona – 4.Pátio Bella Vista

Você vai amar esse passeio delicioso. A vista do Sky Costanera é incrível, o preço hoje está em 15.000 pesos chilenos (equivalente hoje a 80 reais). Se você for estudante tem desconto. O lugar é incrível, de primeiro mundo, com uma vista 360 graus da cidade. E realmente muito alto. Tem gente que prefere ir no pôr do sol, deve ser incrível porém mais cheio, então fomos de manhã e amamos. Depois pode dar uma volta no shopping e dar uma passadinha no mercado pra ver o precinho bom dos vinhos e outras coisas diferentes que o Chile oferece. Achei super em conta preço de móveis e coisinhas de casa. No shopping tem umas duas lojas, parei e comprei uns enfeites de natal e um joguinho americano. (+1:30h)

Saindo do Sky Costanera você vai caminhando até o Cerro San Critóbal (15 min a pé, vendo casas lindas de um bairro que parece Europeu de tão limpo e arborizado). Chegando lá você compra os tickets da pro bondinho só de ida e  faz esse passeio nas alturas também imperdível.  Lá em cima do morro é um lugar de adoração com uma escadaria grande e belos jardins, a imagem do alto da cidade garantem fotos incríveis. (+2 horas)

Depois você pega o bondinho de novo e adivinha? Você vai descer ao lado da “La Chascona” – casa do Pablo Neruda em Santiago. A casa é bem gostosa e muito bem estruturada para receber os turistas. Vale a pena (+2 horas). A casa fica no bairro Bella Vista o que já te leva a uma parada gastronômica nesse local badalado.

Você vai encontrar o Pátio Bella Vista logo a frente e pode ficar em um restaurante ali dentro do complexo ou então explorar os restaurantes ao lado. Eu indicaria parar para comer no Galindo que fica fora do Pátio Bella Vista, porém bem pertinho (restaurante super local com pratos bemmmm chilenos) e depois pode ir tomar umas em um lugar mais badaladinho.

Passeio 2

1. Palácio de la Moneda – 2. Plaza de Armas – 3. Mercado Central – 4.Cerro Santa Lúcia – 5. Lastarria

Se você amar um museu e for daqueles que lê todos os descritivos das obras de arte é melhor dividir esse passeio em dois.

Essa é uma visita bem cultural ao centro da cidade. Inicia-se de manhã e nos pontos históricos Palácio de La Moneda (se você for ver algum exposição pode ser que você fique um tempinho a mais) e depois você segue pra Plaza de Armas, nesse trajeto você vai ver a Catedral e mais algumas igrejas e centros culturais. Tudo muito antigo e bem bonito. Depois desse passeio ao centro visite o Mercado Central e prepare-se para almoçar por lá em um dos restaurantes de dentro do mercado.

Palácio de La Moneda

Plaza de Armas

Palácio de La Moneda

Palácio de La Moneda

Cerro Santa Lúcia

Após o mercado você pode visitar o Museu de Bellas Artes ou ir direto para o Cerro Santa Lúcia, (um parque incrível com subidas e descidas bem no meio da selva de concreto), como eu amo natureza sempre perco a noção do tempo nesses lugares. Após apreciar uma tarde gostosa nesse lugar vá ao bairro Lastarria, ande pelas ruelas lindas e observe  arquitetura maravilhosa (gente esse bairro é incrível ok?). Lá perto você pode apreciar a arquitetura super contemporânea do Centro Gabriel Mistral e o MAVi (Museu de Artes visuais). Depois de tanto museu escolha um restaurante do seu agrado e prepare-se pra uma noite muito mas muito agradável.

Cerro Santa Lúcia

Cerro Santa Lúcia

Passeio 3

Concha Y Toro

Visita as vinícolas. Escolhemos a Concha Y Touro (não fomos muito ousados) e adoramos. saímos de metrô (linha azul) até a parada Las Mercedes e de lá pegamos um ônibus que nos levava até a vinícola. Eles vêm escrito Conhca Y Toro e todos te indicam como achar ele (logo na saída do metrô). É bom agendar com antecedência a reserva das vinícolas, elas costumam encher rápido.  Você pode fazer a reserva aqui.O passeio nas vinícolas não costumam demorar mais que 1:30h, então se você for de manhã pode agendar mais outra vinícola para tarde. Nós sentamos no restaurante da própria Concha Y Toro e comemos uma empanada bem gostosa e tomamos mais taça da vinho. Lá tem uma lojinha onde o valor dos vinhos são bem em conta. Não fomos preparados, da próxima vez vamos levar uma mala de mão só pra isso rsrsrsrs.

Passeio 4

1.Las Condes + 2.Vitacura + 3.Parque Bicentenário + 4.Mestizo

Bom pessoal, esse dia já ficamos um pouco mais a toas. Decidimos não ir pra Viña del Mar e Valparaíso e nem fomos a Cajón del Maipo. Nossa decisão foi tomada baseada nos próximos lugares que visitaríamos depois (Atacama, Bolívia e Peru) e não queríamos nos desgastar muito correndo de um lado pro outro nos primeiros dias. Então conhecemos a área financeira de Santiago. Andando pelos bairros Vitacura e Las Condes, visitando o parque bicentenário e finalizando com um almojanta no Mestizo restaurante. Os bairros são lindos, o parque é enorme com uns locais bem legais, porém meio vazio e com muito sol batendo direto na cabeça. (Não têm muito o que fazer a não ser apreciar a beleza da cidade), porém recomendo fortemente que coloquem o Mestizo em algum encaixe do roteiro de vocês.

Resumo dos pontos mais importantes:

  • Sempre negociar com o taxista antes de entrar no carro ou você pode ter uma surpresa;
  • Para você usar seu celular lá (com chip de lá) tem que homologar antes aqui no Brasil e fazer um trâmite que dura mais de 5 dias;
  • Eu comprei o chip da Easy Sim 4 you. Ou seja fiquei praticamente no Wi-fii. Não funcionou muito bem nos três países que eu passei durante essa viagem (Chile, Bolívia, Peru). Assim… funcionava o Whats app, mas postar fotos e stories nem pensar.
  • Os passeios que mais amamos em ordem foi o Passeio 1, passeio 2, passeio 3 e passeio 4
  • Levar dólar do Brasil e cambiar no aeroporto um pouco antes de pegar um taxi
  • Na Concha Y Toro os vinhos são super em conta vale a pena estar preparado para levar alguns
  • Tem Uber na cidade apesar de ser proibido
  • Santiago é bem caro, prepare-se para gastar mais de 50 reais em um café da manhã
  • Aos domingos a Avenida Providencia é fechada para os carros e aberta aos pedestres, bem gostoso praticar esporte e ver o movimento

Se você gostou do roteiro dá uma olhadinha no Vlog de Santiago do nosso canal no Youtube.

Beijos e até a próxima!

Compartilhe:
Escrito por Mayara Cavalcante dos Santos
Arquiteta, Coach e apaixonada por pessoas e planejamento... Amor nato por ouvir e descobrir o melhor de cada um que passa pela minha vida.